"Eu não sou só um peito" - Relato de um Desmame Gentil

“Nosso” desmame começou antes do previsto. Eu sempre fui uma defensora (e ainda sou) da amamentação prolongada, aquela para além dos 2 anos de idade, acreditava que viveria até a amamentação em tandem (quando dois de idades diferentes mamam ao mesmo tempo). Mas, nossa história foi diferente do que eu previa.





Tudo começou com o salto de 13 meses. Ele foi terrível! Um bebê que acordava somente 1 vez a noite para mamar, passou a acordar 3, 4 vezes. E o pior, você não conseguia voltar a dormir! Eu decidi que naquele momento faria seu desmame noturno. Deu tudo certo, e você continuou a mamar de dia.


Quando estava para fazer 2 anos, eu percebi que sua relação com a comida não estava legal... mesmo você comendo de tudo, sempre que tinha fome pedia o “mamá”, e não comida. Então eu resolvi associar o mamá com a hora de dormir. Foi excelente! Seu relacionamento com a comida e com as outras pessoas mudou totalmente! Você passou até a brincar e interagir melhor com outras crianças e as outras pessoas. Acreditava que assim ficaria assim numa boa!


No entanto, com 2 anos e 2 meses eu precisei fazer uma viagem de 4 dias, em que não teria como te levar. Fiquei receosa, pois nós dois nunca tínhamos ficado tanto tempo longe um do outro. Mas EU precisava desse momento só pra MIM.


Durante a viagem foi super tranquilo, mais até do que eu imaginava! Você não perguntou por mim e eu não chorei nenhuma vez (rsrs). Seu pai já falava: “aproveita para fazer o desmame durante essa viagem, pois não teremos outra oportunidade”. Porém, eu não sabia o que queria. Como me propus em levar a amamentação prolongada, não queria que tivesse fim, mas ao mesmo tempo, eu pensava em um relacionamento diferente para nós dois, então resolvi pagar pra ver. Queria saber qual seria sua reação ao me ver, 4 dias depois de ausência do “mamá”.


Pois bem, quando você me viu foi taoooo lindo e emocionante, que eu não sei nem como descrever!!! Você gritava e pulava “achei, achei a mamãe!”, e nenhuma vez pediu para mamar! Naquele momento eu me dei conta que nosso relacionamento já havia mudado... Você não me via mais só como um mamá, você me enxergava como a “Mamãe”!. E eu também percebi que eu não era só um peito. Que eu poderia te OFERECER muito mais que isso!. Que eu também era abraço, beijo, chamego, colo....


Foi um processo de amadurecimento mútuo, em que eu estava saindo aos poucos do puerpério e entendendo que existe uma vida aí fora pra você e pra mim. Que você não precisa mais só de mim todas as noites para dormir, nem para acordar. Mas que eu estarei aqui sempre que você precisar, pra te oferecer abraço, beijo, chamego, colo.


Texto de autoria: @kamillavencio

Imagem: Acervo pessoal @kamillavencio


#MamaesAmigasConsultoria

#juntassomosmaisfortes

#mamaes #mamães

#mamaesgoiania

#consultoriamaterna

#filhos

#maternidade

#maternidadereal

#maternidadecomamor

#psicologiaperinatal #psicologiaparental


Sigam-nos no instagram - @mamaesamigasconsultoria






8 visualizações1 comentário

Solicite seu orçamento

Alguma dúvida sobre nosso trabalho? Gostaria de saber nossos valores? Entre em contato e estaremos prontas para atendê-la! 

+55 62 98174-4144 (whatsapp)
mamaesamigasconsultoria@gmail.com
Goiânia e Região
  • icone-abstrato-rede-social_1057-3666copi
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 por Ka design.